sexta-feira, novembro 23, 2007

~

Um dia, a Lua veio até mim
E, no seu mais íntimo ser,
Mostrou-me os segredos
Sussurrados entre os ventos.

Contou-me sobre terras distantes,
Inteiramente belas,
Cuja alma canta um soneto de alegria.

"Seus pássaros e pássaros a cantar,
Com suas asas de ouro e cetim,
Que me encantavam à luz da eternidade!"

Sobre mais meralíssima inteligência,
Senti-me apenas uma estrelinha ofuscada,
Que necessita de sua lua para brilhar.

4 comentários:

tarsila disse...

Sabe, isso me lembrou Avalon. Não sei por quê. Lembrou-me vento e magia.

Lena disse...

Göethe mesmo disse:
"A coragem contém em si mesma: O poder, O gênio e A magia"

;)

arashi. disse...

Lua <3

Bruh disse...

Pasárgada. :]